My Image

Teoria da Semeadura Extraterrestre

Trazendo de volta a figura do Deus Criador...

Do Deus Jardineiro, zeloso pela sua criação...

Vou te fazer um convite. Fique tranquilo: é coisa boa, pois o produto final será o aumento de sua fé.

Quero que você se desfaça de todo preconceito, de todo pensamento, imaginação ou doutrina que tenha sobre Deus, a vida, a religião, livros, regras, leis...

Abra sua mente que vamos apresentar para você uma teoria. Esta teoria explica porque e para que você nasceu, de onde veio e para onde vai. Explica o que aconteceu com o universo, com a formação deste sistema solar, da terra, origem das plantas, animais, do homem, das bactérias, vírus, explica outras origens e para onde vai a raça humana.

Abrindo a sua mente e se despedindo de todos outros preconceitos, dogmas, doutrinas, regras, religião, você chegará no motivo de existir o universo e a terra, você e seus amigos. É nisto que queremos chegar.

Por isto, aguarde que ainda este ano este livro estará sendo lançado. Em setembro em pré-lançamento e finalmente no começo de dezembro o livro físico e o e-book. Você será outra pessoa, mais esperançosa, mais alegre, com mais fé.

My Image

Teoria da Semeadura Extraterrestre

Nada faz sentido no Universo, a não ser à luz da Luz Suprema, o Criador de tudo, o Grande Semeador, o Jardineiro Universal.

Edson Franzen

Resumo e Propósito deste Livro

 

Gn 2:8: E plantou o Senhor Deus um jardim no Éden...

 

O objetivo deste capítulo é resumir cada um dos próximos assuntos tratados, dando uma visão geral da obra e aonde queremos chegar, permitindo, de imediato, o entendimento pelo leitor do que seja a Teoria da Semeadura Extraterrestre.

1. Apresentação

Mostraremos que, para se montar uma Teoria como a da Semeadura Extraterrestre, já há informação e pessoal técnico para isto no planeta, mas é necessário que se tenha uma visão do todo, multidisciplinar, holística (como a que tem o autor) para enxergar esta teoria em relação às outras, desvendando-a na ciência e também na Bíblia.

 

02. Ciência x Bíblia (ou Religião)

Apresentaremos ao leitor muitas novidades da ciência contemporânea que, à luz das últimas descobertas científicas, comprova que a ciência não vai de encontro à Bíblia, nem tampouco a Bíblia é contrária à Ciência como muitos afirmam. Pelo contrário, se explicam, compactuam-se. Como disse Louis Pasteur um dia: “Pouca Ciência afasta-nos de Deus. Muita Ciência nos aproxima” e também Max Planck, pai da Física Quântica, que escreveu em 1935 em seu livro "Para Onde Está Indo a Ciência?":

“Nunca poderá haver qualquer oposição real entre religião e ciência, porque uma é o complemento da outra. Cada pessoa séria e que reflita percebe, eu penso, que o elemento religioso em sua natureza deve ser reconhecido e cultivado, se todos os poderes da alma humana devem atuar em conjunto perfeito em perfeito equilíbrio e harmonia. E, de fato, não foi por acaso que os maiores pensadores de todas as épocas fossem almas profundamente religiosas."

 ​​​​​​​

3. Maravilhas da Criação

Mostraremos um resumo das maravilhas da criação, apresentando exemplos fantásticos de animais, plantas, bactérias e vírus que estão em completa sintonia com tudo na Terra e com o universo.

 

04. Plantas e Animais que Curam

Conforme determina a Bíblia em Apocalipse 22:2, a árvore da vida descerá no milênio no meio da Jerusalém Celeste (a cidade quadrangular), e esta árvore servirá para a cura das nações e povos. Hoje sabemos que muitas plantas e animais podem ser utilizados para a cura dos indivíduos. E é isto que provaremos no capítulo 4. Mostraremos que o Jardineiro semeou e plantou animais, vegetais e outras formas de vida para que possamos fazer a cura e ainda dar saúde aos próprios animais e ao homem, este último propósito maior da Semeadura Extraterrestre.

 

05. Biodiversidade

Apresentaremos aspectos e números da Biodiversidade atual e a relativa aos fósseis, comparando com o número de fósseis encontrados de homem, de macacos e primatas, dos mamíferos, das aves, dos insetos, dos dinossauros...

Esta informação será de vital importância quando discutiremos a evolução e a criação no capítulo 10.

 

06. Astronomia

Mostraremos a grandiosidade do Universo, as teorias do Big Bang e outras relativas ao início. Apresentaremos informações pouco conhecidas do público, que faz com que a Terra seja um representante único no Universo.

 

07. Vida Extraterrestre

Mostraremos que uma grande quantidade de pessoas hoje vivas, não estão loucas quando disseram que viram alguma coisa inexplicável, como naves, luzes, seres, contatos. O autor e seus familiares também viram coisas que não tem explicação racional. Apresentaremos que a Teoria da Semeadura Extraterrestre dá propósito e explicação racional para a vinda e permanência de seres que muitos dizem extraterrestres e que nós daremos outro nome.

 

08. Geologia e Eras

Apresentaremos graficamente as geologias e eras, com o formato dos continentes na antiguidade e os acontecimentos mais importantes de cada época. Falaremos da Atlântida, dilúvio e civilizações perdidas.

 

09. Extinções em Massa

Mostraremos que fora as 5 grandes extinções que ocorreram, e que a maioria do público conhece somente a que extinguiu os dinossauros há 65 milhões de anos atrás, muitas outras grandes extinções aconteceram e que devem ainda ocorrer, pois periodicamente e em média, a cada 62 ou 63 milhões de anos, ficamos susceptíveis a interferências exteriores à nossa galáxia. Veremos que, depois de cada extinção, milagrosamente o Jardineiro chefiou e encarregou seus comandados de criar uma quantidade fantástica de novas formas de vida. Esta criação, esta desova com muitos precedentes, é que chamamos de Semeadura Extraterrestre.

 

10. Criação e Evolução

Contraporemos a Criação x Evolução. Mostraremos sem nenhuma dúvida que precisamos de muito mais do que bilhões de anos para que mutações e adaptabilidades criem somente uma dúzia de novas espécies, gêneros e raramente famílias. Mostraremos que sempre torna-se necessário a pré-existência de outras espécies, gêneros e famílias anteriormente (ou a pré-existência de genes - códigos completos de DNA, moléculas e estruturas gigantes de DNA como unidade básica desta informação para haver novas espécies) ...

Mostraremos que há possibilidade de se criar gêneros de orquídeas e subespécies, ou até de algumas outras plantas e animais (pela engenharia genética), mas forçando artificialmente, com a interferência externa ou do homem. Normalmente as novas espécies criadas ou mutantes são estéreis. Portanto, não teriam proveito e poderiam ser eliminadas facilmente (extintas).

Descreveremos como das cerca de 1 bilhão de espécies que já existiram e foram extintas, foram desenterradas somente uma pequeníssima parcela dos atuais fósseis que se conhece (de dinossauros temos somente cerca 1000 espécies diferentes encontradas). Esta pequena quantidade encontrada de espécies de fósseis não permite que tenhamos uma ideia real de árvores genealógicas de espécies, nem parentesco, e muito menos que espécie gerou o que, pela falta imensa de espécies que fazem parte do meio destas árvores genealógicas. E nunca se achou nenhum elo entre espécies, gêneros ou famílias.

Provaremos mentiroso ou fantasioso o que muitos cientistas tem falado de uma espécie ter gerado outra, e que o que eles analisam como descendente deste ou daquele, tornaria a criação de espécies excessivamente rala e ineficaz impossibilitando a biodiversidade atual.

Falaremos das maravilhosas 30 mil espécies de orquídeas, muitas semeadas pelo Jardineiro especialmente juntas com insetos específicos, pois um precisa do outro para viver. Existem flores de orquídeas que tem o formato exato das trombas, patas ou esqueleto de determinados insetos que só vivem em volta destas orquídeas, e que, se é extinto um, extingue-se outro.

Falaremos das 42 espécies de aves do paraíso e como o Jardineiro brincou divinamente ao criar cada um destes magníficos pássaros, com suas peculiaridades e danças exóticas.

E falaremos de Darwin e de uma citação que ele apresenta em seu livro que, segundo ele, se acontecesse determinada coisa, sua teoria desabaria, seria inócua, não existiria mais, estaria desacreditada. Entretanto este episódio que ele temia já aconteceu, e poucos têm coragem de falar no assunto.

 

11. Genoma

Apresentaremos a prova inequívoca que a evolução é uma balela, apresentando para os nossos leitores, o que é o DNA, como ele se forma, para que serve e compararemos a uma situação encontrada no mundo da informática. Se até este ponto o leitor não estiver convicto que a evolução não existe, com este capítulo sua crença deve balançar.

 

12. Design Inteligente

Design Inteligente é a constatação que temos ao analisar a mais simples das bactérias, os vermes ou o menor dos mamíferos. Além de Desenho Arquitetônico e Biológico Inteligente, falaremos da Semeadura Inteligente, falaremos da Teoria do Plano Inteligente, um assunto não muito divulgado e que está se espalhando pelo planeta. Espécies semeadas em locais previamente pensados para melhorar ou manter o ambiente. Espécies simbióticas, que funcionam juntas, e algumas tão “grudadas” que a extinção de uma extingue a outra. Portanto o Plano Inteligente leva em conta isto e muitas outras correlações mais.

 

13. Teoria da Semeadura Extraterrestre

Finalmente mostraremos que só seria possível a grande quantidade de biodiversidade atual, com a semeadura periódica de muitas novas estruturas de DNA.

Isto é, novas espécies, inteligentemente pensadas, para compensar questões ambientais, interações, associações e completar as necessidades de outras espécies, promovendo o casamento e simbiose entre espécies gêmeas e ambientes próprios.

Isto sozinho não faria com que, mesmo assim, houvesse extinções, mutações e adaptações.

Mas as espécies mais adaptadas e “mais sortudas” seriam as que permaneceriam neste local, incrementando e melhorando o DNA que faz parte delas.

Deus criou e colocou um jacaré num ambiente. Precisou pensar e criar o lagarto que come seu ovo (seu inimigo natural) para controle da população do jacaré, senão ele tomaria conta de tudo, como aconteceu em determinado momento no Pantanal, quando a caça foi proibida.

Além de Design Inteligente, portanto Semeadura Inteligente ou Plano Inteligente.

Casamento de plantas adequadas com plantas adequadas, companheiras, alopáticas, homeopáticas, simbióticas...

Plantas adequadas com animais adequados, simbiônticos, parceiros.

Animais adequados com animais adequados e em ambientes adequados.

Afinal o design inteligente está numa bactéria, ou um indivíduo unicelular, como veremos, até numa ave, um mamífero, um homem ou mulher.

 

14. Argumentos Científicos

No capítulo 14, levantamos os argumentos científicos prós e contras à Semeadura Extraterrestre. Fizemos para nós as perguntas que o leitor gostaria de fazer. Ao responder pretendemos que quase todas as questões científicas sejam respondidas.

 

15. Argumentos Teológicos

No capítulo 15, levantamos os argumentos teológicos prós e contras à Semeadura Extraterrestre. Fizemos para nós as perguntas que o leitor gostaria de fazer. Ao responder pretendemos que praticamente todas as questões teológicas sejam respondidas.

 

16. Universo Antropocêntrico

Durante todo o livro “batemos” com veemência no acaso. O criador acaso, o jardineiro acaso, o bioquímico acaso, o físico acaso, a natureza acaso, o designer acaso é o nosso inimigo enfrentado, combatido e vencido neste livro. O acaso, provamos, não cria nada, não desenha nada, não faz nada. Mostramos que a lei universal de que tudo existe com um propósito, parece que não se aplica para os evolucionistas, uma vez que eles afirmam que muitas peças aleatórias e sem nexo precisam ser formadas anteriormente, mesmo sem propósito, para lá na frente se unirem, e aí sim formarem alguma coisa com propósito.

No capítulo 16 culminamos com o propósito principal da criação do Universo e de todas as coisas: o homem. Para o homem (e apesar do homem) é que foram criadas todas as coisas. Mostramos isto com dados, e damos detalhes científicos e bíblicos sobre isto.

 

17. Conclusão

Para concluir, a Teoria da Semeadura Extraterrestre ordena, cataloga, classifica e coloca em uma sequência lógica, os acontecimentos científicos e bíblicos da origem da vida, com um linguajar fácil e compreensível até mesmo por pessoas que não são de ciência.

Os 4 propósitos deste livro são:

1) Colocar os cientistas e teólogos a buscar mais informações e provas da existência deste plano de Semeadura Extraterrestre e periódica na Terra e talvez de outros planetas e astros.

2) Fazer com que os ateus e evolucionistas confessos, tenham dúvidas nas suas convicções, e busquem mais informações sobre a verdadeira origem da vida e de todas as coisas.

3) Aumentar a fé dos criacionistas, como fez comigo.

4) Colocar a Teoria da Semeadura Extraterrestre nos livros escolares de Biologia, pois é a única teoria completa, que mostra como, quando, quem e qual o propósito (o porquê de tudo). Muita pretensão, mas fazer o que né?

 ​​​​

1. Apresentação

 

Gn 2:8: E plantou o Senhor Deus um jardim no Éden...

 

Introdução

Prefácio

Este livro está sendo escrito desde o ano 2000. Inicialmente era para ter o título Sabedoria Humana x Sabedoria Divina. Depois seria Ciência x Religião, e um pouco depois A Ciência x A Bíblia.

Mas por volta do ano 2003 a 2004, quando pesquisávamos para o capítulo Criação e Evolução, e também pesquisando sobre as novidades sobre Genoma, (pois naqueles anos sequenciaram o genoma humano, e muitas informações novas foram mostradas nas mídias), um assunto maior foi aparecendo e tomou corpo, tomou importância. E ficou tão grande, empolgante e impressionante que tomou conta do livro.

Só o que eu sabia (ou o que sabia a comunidade científica leiga na época) não foi o suficiente. Precisei pesquisar ainda mais, pois não queria apresentar algo sem provas, incompleto ou que pudesse ser derrubado com pequenas e poucas argumentações.

As provas foram aparecendo. Os capítulos foram sendo escritos e hoje temos uma nova teoria, que apresentamos detalhadamente aqui.

O tempo para levantar e escrever tudo passou. Iniciamos no ano 2000 e portanto levamos 20 anos até a sua conclusão, anos estes necessários para amadurecer uma ideia que já existia, que eu já conhecia em parte, mas que foi preciso muita pesquisa, meditação, divagação, raciocínio e trabalho duro na busca de informações e compilação destas, para trazer a público uma teoria que aumentou ainda mais a minha fé no Todo poderoso, no Criador, no Grande Jardineiro.

Tenho certeza que levei todo este tempo por orientação de Deus, porque faltava um complemento fundamental, uma liga, um cimento final na obra. Faltava o porquê das semeaduras estarem acontecendo de tempos em tempos. Um livro trouxe o motivo: "Planeta Experimental, Projeto Humanidade" lançado agora em 2018, de meu amigo, professor, escritor e físico Paulo Eugênio Mendonça de Anunciação, da Scorecci Editora. Este livro trouxe o propósito, o motivo da Semeadura Extraterrestre ser periódica. Aconselho a leitura desta obra. Vou citar resumidamente a parte que precisa para entendimento aqui em nosso livro. Mas a leitura completa da obra do Paulo é sugerida, indicada e muito aconselhada para você que deseja conhecer melhor o porquê das origens.

Espero realmente estar contribuindo para que você leitor também amplie sua fé, e novamente responsabilize pela criação do Universo, da Terra e da vida, o Grande Jardineiro e não a "natureza" ou o acaso.

 

Do que se Trata

Este livro dá esperança à raça humana.

Primeiro coloca o conceito de eternidade acima de qualquer dúvida, pois a dúvida colocaria a pessoa novamente na mentira sem esperança que é a evolução.

O conceito de eternidade é apresentado com argumentos convincentes.

Muitas dúvidas e respostas furadas a questões contraditórias são também desmistificas, desmascaradas e respondidas numa teoria coesa, perfeitamente exequível e possível.

Se conseguir que pelo menos se abra ainda mais o debate para a pesquisa, experimentação e novas descobertas nesta área, cumpri meu papel para trazer luz a um assunto que as multidões precisam ter explicações, conclusões e tomar ciência.

 

Neste livro mostramos que houve inúmeras semeaduras cósmicas, mostramos a origem da vida e das espécies, mostramos que as espécies foram colocadas aqui, a mando de Deus, por seres de fora: anjos, extraterrestres, espíritos ou coisas (que tentaremos definir). Eles trouxeram a vida cromossômica como a conhecemos hoje, a mando de Deus.

 

Procurei fazer meu trabalho de pesquisa e escrita da melhor forma que me foi possível, fidelizando matérias e reportagens em revistas, sites e livros sérios, não tendenciosos (se é que é possível usar 100% destes), checando as referências e bibliografia, buscando respostas precisas e corretas, num misto de teologia e ciência.

Creio que minha missão inicial foi cumprida.

No entanto, sei da eterna necessidade de atualizar este escrito, com a confecção de novos livros, apresentando as últimas descobertas científicas relacionadas com o assunto em questão.

 

 

Saudações Cristãs 

Edson de Almeida e Franzen - diretor de cursos teológicos
Engenheiro formado em 1986 pela UFPr - CREA 16.818-D
Pós-graduado em Processamento de Dados em 1990 pelo Instituto SPEI 
Formado em Teologia pelo Instituto Bíblico Quadrangular em 1978 e 1982
Professor desde 1978, e a partir de 1987 de inúmeras faculdades e institutos 

Programador, Analista de Sistemas, Webmaster, Web Designer
Currículo em: www.edsonfranzen.com.br

​​​​​​​​​​​​​​Os nossos conhecimentos da natureza só se podem alterar pela aquisição de novos conhecimentos.

A Bíblia tem algumas dificuldades que serão respondidas com este livro:

  1. Porque Deus falou de dias de criação e não eras
  2. Deus não parou a criação no 7º dia.
  3. Porque o homem sendo tão pequeno e insignificante, foi feito à imagem e semelhança de Deus em Gn 1:27?
  4. Porque em Gn 2:5 em diante fala de novo em outra criação do homem, e depois de um tempo, da mulher, mas antes teria falado a criação em macho e fêmea?
  5. Por que o Gênesis fala em não haver chovido naquela terra se havia sido criado a relva, as plantas e as árvores já, além de existirem rios?
  6. Gênesis 2:17 – Deus afirma que se o homem comer da árvore da Ciência do Bem e do Mal certamente morreria, mas sabemos que Adão não morreu em seguida.
  7. A formação da mulher da costela de Adão como pode isto?
  8. Gênesis 4:14 e 15 – Quem poderia encontrar Caim para o matar se só existia Caim na Terra?
  9. Quem foi a mulher de Caim? Gênesis 4:17
  10. Porque eles morriam com idade avançada de 915, 930, 969 anos?
  11. Porque se fez a distinção entre Filhos de Deus e Filhos do Homem em Gênesis 6:1 e depois fala em homem com 120 anos?
  12. Porque muitos textos dizem que Deus se arrependeu?
  13. Gênesis 7:4 – Porque Deus quer exterminar os seres que fez?
  14. Gênesis 8:3 – As águas secaram em 150 dias, portanto não foi um dilúvio Universal?
  15. Em Gênesis 12:4 – como Sarai era formosa aos 65 anos e deu a luz aos 90 anos? Gênesis 17:17.
  16. Porque Deus separou o povo e sua descendência? Gênesis 17:10.
  17. Porque Jacó luta com um Anjo? Gênesis 32:22 - Jacó, o último com 110 anos.

Estas passagens, e outras ainda mais polêmicas, são todas explicadas de uma só vez neste livro através da Semeadura Extraterrestre.